Programa de vacinação é feito por veterinários

Criações abertas merecem atenção especial na elaboração deste plano

Manejo de Leitões - Do nascimento ao Abate - Vacinas

A recepção de imunidade passiva através do colostro, e a capacidade de desenvolver a imunidade ativa, reação do organismo dos suínos a agentes externos, têm papel muito importante na sobrevivência e no desempenho dos leitões. O sucesso na formação dos anticorpos, que são as defesas naturais, depende diretamente do manejo, desde o nascimento até o uso de vacinas injetáveis.

A decisão de quais vacinas serão utilizadas depende de uma avaliação individual da granja e dos riscos e perdas econômicas que representam as doenças que se deseja prevenir. Uma vacina eficaz deve possuir características como: custo baixo, fácil administração, forma de apresentação compatível com as condições de manejo no campo, inocuidade e eficiência na proteção dos animais vacinados.

Também deverá proteger os fetos contra a infecção e a leitegada com anticorpos colostrais durante as primeiras semanas de vida. A imunidade deve, preferencialmente, durar por toda a vida econômica do animal ou, pelo menos, por seis meses.

Segundo o professor Paulo César Brustolini, coordenador técnico do curso Manejo de Leitões, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “para administrar vacinas em seu plantel, o produtor deve procurar um médico veterinário familiarizado com as doenças prevalecentes na região, para que esse possa estabelecer um programa de vacinação adequado ao seu caso”.

As granjas de suínos que são isoladas de outros rebanhos e possuem um número mínimo de visitantes, veículos e outros animais, com instalações de quarentena e que adotam programas de limpeza e desinfecção eficientes, teoricamente não necessitam de programas de vacinação muito abrangentes.

No entanto, para criações abertas, que são mais expostas a fontes de contaminação externas como alto número de visitantes, trânsito de caminhões de ração que servem a várias granjas, e reprodutores oriundos de diferentes fornecedores, é recomendado um programa de vacinação mais amplo.

http://www.youtube.com/watch?v=GjpItZ769yI

Marconi Vieira 26-04-2011 Suinocultura

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.