Agricultores africanos sofrem com lagarta-do-cartucho

Agricultores africanos sofrem com lagarta-do-cartucho. A lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) é uma das pragas mais agressivas à agricultura mundial. Nos cultivos de milho, quando em fase vegetativa, o monitoramento deve ser redobrado.

Os agricultores africanos têm sofrido com a lagarta-do-cartucho, assim como os agricultores brasileiros

Agricultores africanos sofrem com lagarta-do-cartucho 

“A lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) é uma das pragas mais agressivas à agricultura mundial. Nos cultivos de milho, quando em fase vegetativa, o monitoramento deve ser redobrado, para que a produtividade do milharal não seja seriamente comprometida”, afirmam Glauco Vieira Miranda e João Carlos Cardoso Galvão, professores do Curso a Distância CPT Produção de Milho em Pequenas Propriedades, em Livro+DVD e Online, da Área Agricultura.

A lagarta-do-cartucho apresenta cerca de 50 mm de comprimento e coloração parda-escura a preta. Em sua cabeça, há uma mancha em forma de “Y” (característica marcante da espécie). Ao fim do ciclo biológico, a praga empupa no solo, por 10 dias, para se tornar uma mariposa. Em estágios mais avançados do ataque, os danos à lavoura de milho podem chegar a 60%. Portanto, é imprescindível que sejam tomadas medidas de controle imediatas.

Os agricultores africanos têm sofrido com a lagarta-do-cartucho, assim como os agricultores brasileiros. Em 2016, a praga chegou à África, vinda de regiões subtropicais da América. Partindo da Nigéria, ela se espalhou por várias regiões do continente. Pelo menos, 21 países africanos já foram infestados pela lagarta-do-cartucho. Mais sete países esperam a confirmação oficial do ataque da praga.

Segundo Jean-Baptiste Bahama, representante da FAO - Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, em 2017, a lagarta-do-cartucho causará sérios prejuízos – principalmente à cultura do milho. Em especial, em lavouras de pequenos agricultores com pouco acesso a pesticidas.

“A praga pode dizimar até 21 milhões de toneladas de milho a cada ano. Os agricultores africanos podem ter prejuízos até US$ 6,5 bilhões”, completa Bahama. Quando larva, a praga é capaz de atacar mais de 80 espécies de plantas - como milho, milheto, sorgo, arroz, algodão e cana-de-açúcar.

Fonte: Revista Globo Rural.

Confira o artigo "Como acabar com a lagarta-do-cartucho do milho" e aprimore ainda mais o seu conhecimento.

Andréa Oliveira 30-11-2017 Agricultura - tudo sobre os principais produtos agrícolas do Brasil

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.