Diversificação na agricultura permite produzir o ano todo

Diversificação na agricultura permite produzir o ano todo. Além de equilibrar os altos e baixos da agricultura, diversificar garante ao produtor boa rentabilidade ao negócio.

A diversificação equilibra os altos e baixos da agricultura e garante boa rentabilidade ao negócio

Diversificação na agricultura permite produzir o ano todo

Segundo o produtor rural Thiago Falqueto, dono de uma propriedade em Planaltina, Distrito Federal, para produzir o ano todo, é preciso diversificar. A diversificação equilibra os altos e baixos da agricultura e garante boa rentabilidade ao negócio independentemente da época do ano. Por tais motivos, ele alterna cultivos de milho com crotalária, feijão com abóbora, além de produzir frutíferas, como poncã e abacate.

Ele começou a diversificar quando a safra do feijão apresentou baixa devido a escassez de chuva e infestação de pragas na cultura. Para manter um bom fluxo de caixa anual, ele optou pelo cultivo de uma grande variedade de culturas. Embora a decisão tenha sido um pouco arriscada, o processo de diversificação foi realizado com planejamento e responsabilidade. Ao avaliar os riscos, ele percebeu que era possível diversificar e obter resultados surpreendentes. Mas algumas estratégias o ajudaram, como usar uma boa cobertura do solo para colher mais.

Falqueto também optou por “cultivar milho em consórcio, pois o grão se adapta muito bem com vários tipos de cultura. Não é mera coincidência que o milho é o preferido dos produtores em consórcio com pastagens e crotalária”, afirmam Adriano Jakelaitis, Francisco Cláudio Lopes de Freitas e Lino Roberto Ferreira, professores do Curso a Distância CPT Formação de Pastagens com Braquiária em Consórcio com Milho em Livro+DVD e Online.

No caso do produtor de Planaltina, cultivar crotalária em consórcio com milho foi a melhor opção. Embora os custos com a produção tenham sido altos, a produtividade aumentou de forma significativa, compensando o investimento. O sistema de consórcio de culturas auxilia na conservação do solo e previne a erosão, além de “aumentar a oxigenação do solo e resgatar os nutrientes que se perdem no subsolo”, completa Mateus Miranda de Castro, extensionista da Emater (DF).

Os resultados de se optar por consórcio aparecem já no primeiro ano de implantação. Com o passar do tempo, as respostas em campo são potencializadas, o que impulsiona a produtividade. De acordo com Castro, como o sistema de consórcio permite uma ciclagem de nutrientes mais enérgica, o produtor garante maior sustentabilidade à produção.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Pastagens e Alimentação Animal.

Fonte: canalrural.com.br

Andréa Oliveira 27-04-2018 Agricultura - tudo sobre os principais produtos agrícolas do Brasil

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.