PPHO evita a contaminação dos produtos durante o processo de fabricação

O treinamento dos colaboradores é parte essencial para o bom funcionamento do programa

Curso de Instalação de Queijaria e Controle de Qualidade

O PPHO (Procedimento Padrão de Higiene Operacional) é um compromisso da empresa com a higiene. Em síntese, o programa deve permitir a condução dos procedimentos pré-operacionais antes do início das atividades; garantir a higiene durante as operações especificadas no plano PPHO; monitorar e avaliar rotineiramente a implementação das atividades e a sua eficiência; e revisar os procedimentos em situações de desvios e alterações tecnológicas do estabelecimento, executando sua correção.

Seu principal objetivo é evitar a contaminação direta dos produtos por meio das superfícies dos equipamentos, utensílios, instrumentos de processo e manipuladores de alimentos. Isso é obtido por meio da higiene e desinfecção de instalações e equipamentos, treinamento dos operários, manutenção preventiva, e identificação e codificação dos produtos.

Antes de se iniciar a implantação do programa, deve ser feita uma avaliação para constatar se a empresa oferece condições para que todos os procedimentos sejam seguidos corretamente. Caso necessite de alguma mudança ou reforma, deve ser criado um cronograma lógico de adequação às não-conformidades. O próximo passo deve ser a definição de uma matriz de responsabilidades, delegando funções aos colaboradores que irão atuar nas diversas áreas. É necessário estabelecer um responsável primário e um suplente ou responsável secundário para que, na falta daquele, os trabalhos prossigam normalmente.

Em seguida, deve ser desenvolvido um planejamento de treinamentos práticos com os diversos setores de produção. Em cada etapa do treinamento, os funcionários treinados devem ser monitorados, pois as dúvidas e os erros devem ser corrigidos imediatamente.

Para se certificar da qualidade dos produtos, o professor Juliano Gomide Souza, coordenador técnico do curso Instalação de Queijaria e Controle de Qualidade, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, dá uma dica importante, “a cada procedimento operacional, um formulário de registro ou check list deve ser elaborado para uso pelo supervisor da indústria ou de área.”

Esse formulário deve ser utilizado com a frequência necessária definida na elaboração do programa, e após vistoria deve ser assinado e arquivado, caso não ocorra nenhuma não-conformidade. Na detecção de alguma irregularidade, as ações corretivas devem ser realizadas imediatamente e registradas.

http://www.youtube.com/watch?v=5eEFkD02HCw

Marconi Vieira 05-01-2011 Laticínios

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.