Conheça a hotelaria hospitalar

Bem-estar, assistência, segurança e qualidade no atendimento são os requisitos básicos deste serviço

 

A hotelaria hospitalar objetiva, dentro das atividades que lhe são competentes, oferecer aos pacientes condições de bem-estar, assistência, segurança e qualidade no atendimento, agregando todas as práticas profissionais existentes nas instituições de saúde.

Na hotelaria tradicional, todos os serviços de organização são disponibilizados ao cliente. Nos hospitais, isto também ocorre, pois não se pode fragilizar a cadeia de gestão de serviços existentes em todas as unidades. É assim que se concretiza o real conceito de gestão de serviço de hotelaria hospitalar. Sistematicamente, da admissão até a alta, o paciente necessita conhecer e avaliar o serviço prestado, mesmo após o seu atendimento.

Ao ser hospitalizado, o indivíduo afasta-se do trabalho, da família e dos amigos. Por estar em um ambiente considerado estranho e distante das rotinas, suas carências necessitam ser supridas com as similaridades do dia a dia. Não acontecendo, o tratamento pode ser demorado e doloroso.

A recuperação da saúde acontece, inicialmente, sob a ótica da humanização, representada pela forma de tratamento da equipe, de comunicação, pelas instalações físicas e, principalmente, pela hospitalidade oferecida.

Segundo Teresinha Covas Lisboa, coordenadora do Curso Hotelaria Hospitalar, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, os seguintes fatores levaram ao desenvolvimento do serviço de hotelaria hospitalar no Brasil:

- O paciente/cliente externo começou a exigir que a empresa hospitalar lhe oferecesse segurança, conforto e bem-estar para si mesmo, sua família e visitantes;

- Os grupos de medicina privada perceberam a necessidade de oferecer aos seus clientes uma diferenciação nos serviços prestados pela empresa hospitalar;

- A equipe multidisciplinar/cliente interno apresentou demandas para que a empresa hospitalar oferecesse melhores condições de trabalho, no tocante ao ambiente onde atua, e no sentido de especializar cada vez mais essa equipe.

Depois de detectadas as deficiências e estabelecido o diagnóstico do processo, a fase seguinte é a elaboração de metas para o desenvolvimento, a implantação e a adequação do processo.

Equipe de Redação 15-02-2012 Hotelaria

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.