Centro de Produções Técnicas

Conteúdo da Equipe de redação do Tecnologia e Treinamento

Deixe seu Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

26 comentários para “Cultivo de Estrelícia”

  1. Leni Nobre de Oliveira

    Gostei das informações. Ganhei um monte de semente e vou tentar plantar. Há outro tipo de produto que posso usar sem ser o ácido sulfúrico que é difícil de se encontrar.?

    1. Revista Tecnologia e Treinamento

      Olá Leni,

      Infelizmente esta é uma das melhores maneira de quebrar a semente para germinação.

      Atenciosamente,
      Ana Carolina dos Santos

  2. Iracema

    Olá! Gostaria de saber se o ácido sulfúrico para banho nas sementes de estrelícia (quebra de dormência) deve ser puro ou diluído? Se diluído, qual a porcentagem?

    1. Revista Tecnologia e Treinamento

      Olá Iracema,

      Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.A semente apresenta um tegumento impermeável muito duro, que dificulta a sua germinação, sem que seja feito nenhum tratamento. Esta dureza do tegumento vai aumentando à medida que as sementes ficam armazenadas, dificultando muito a germinação. Para permitir a germinação, amolecendo o tegumento, é feito um tratamento, dividido em duas partes:

      1- Banho em ácido sulfúrico puro por 5 a 10 minutos;

      2- Lavagem cuidadosa em água corrente.

      Atenciosamente,
      Ana Carolina dos Santos

  3. Chirley

    Olá! Tenho 2 canteiros de estrelicia e eles estão enchendo muito! Como faço para podar? E quando as flores secam, o que devo fazer? Cortar na haste? Grata!!

    1. Revista Tecnologia e Treinamento

      Olá, Chirley!

      Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Passo a passo para podar a estrilícia:

      1- Segure a folha seca da estrelícia firmemente em uma mão, próximo ao local onde ela junta-se à coroa da planta. Puxe levemente para afastá-la das outras folhas, mas não forte o suficiente para separá-la da coroa.

      2- Passe uma lâmina da tesoura sobre a extremidade do caule da folha, 1,3 cm do local onde o caule e a coroa juntam-se. Deslize a lâmina para baixo até onde ela alcançar.

      3- Deixe de lado quaisquer outras folhas e caules que possam ser cortados ou danificados pelas lâminas da tesoura. Faça um corte firme e único no caule da folha seca com uma única tesourada.

      Atenciosamente,
      Ana Carolina dos Santos

  4. Luciana

    Boa Tarde… tenho um pé de Strelítzia que não vai para frente. A folhas novas ficam manchadas, enrugadas e secam. Já pesquisei o que pode ser, mas ainda não descobri o que é nem o que fazer para tratar.
    Att,
    Luciana

    1. andreaoliveira

      Olá, Luciana!

      De modo geral, as strelítzias são de fácil cultivo e requerem poucos cuidados. Entretanto, ainda assim sua planta não se desenvolve naturalmente. Por isso, o melhor a fazer é consultar um engenheiro agrônomo para que ele possa identificar o que, de fato, está acontecendo com sua planta.

      Agradecemos a visita.
      Atte.
      Andréa Oliveira.

  5. Cleber Fernandes

    Olá. Ao realizar o plantio de Strelitzia, qual a distância devo deixar entre uma muda e outra?

    1. silvaniateixeira

      Olá, Cleber!

      Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

      O plantio da Strelítzia é feito preparando-se o solo com aração com profundidade de 20 a 25 centímetros e gradagem para quebra de torrões. O espaçamento utilizado é de 50 cm x 1,20 m. As covas devem ter 20 a 25 cm de largura por 20 a 25 cm de profundidade. No filme, mostramos o plantio das mudas em sulcos, como uma boa alternativa ao plantio em covas.

      Para maiores informações sobre o Cultivo desta linda planta ornamental, confira o Curso CPT Produção Comercial de Strelítzia, Agapanto e Hemerocale.

      Atenciosamente,

  6. William

    Olá!
    Tenho 2 Estreliticias há aproximadamente 2,5 anos e nunca floriram, embora seus ramos e folhagens sejam sempre muito verdes e volumosos. O que preciso fazer para que as flores comecem a aparecer?

    Grato

    William

    1. silvaniateixeira

      Olá, William!

      Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

      A floração da estrelícia não depende de fotoperíodo ou de mudanças na temperatura do meio-ambiente onde ela é cultivada. Ela acontece quando a planta atinge um porte adequado à floração, ou seja, quando a planta é adulta. O crescimento da inflorescência e do número de flores pode ser afetado pela temperatura. Quando a diferenciação ocorre em épocas mais quentes, com temperaturas entre 22°C e 25°C, há tendência de maior crescimento das hastes, porém com menor número de flores. Uma touceira propriamente tratada pode produzir até 20 inflorescências por ano, sendo que a retenção delas, para produção de sementes, reduz o número de inflorescências produzida.

      Atenciosamente,

  7. lisandra

    Quanto ao amolecimento das sementes, gostaria de saber se posso substituir o acido sulfúrico por outro produto, não estou conseguindo adquirir este produto.

    1. silvaniateixeira

      Olá, Lisandra!

      Para obter resultados favoráveis, já comprovados por cultivadores experientes, aconselhamos seguir o disposto no artigo.

      Atenciosamente,

  8. Pedro

    Bom dia,

    Tenho uma Estrelicía e no fim-de-semana, ao cortar uma folha “velha”, a planta despegou-se toda do “nabo”. Presumo que, no sítio onde estava, a água fosse em demasia. Existe alguma forma, de a fazer criar raiz?

    Obrigado

    1. Revista Tecnologia e Treinamento

      Olá, Pedro.

      Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

      A Strelítzia, embora seja uma planta bem flexível e dispense muitos cuidados, deve estar plantada em solo de boa drenagem e devidamente adubado. Isto fará com que ela floresça mais e tenha menos problemas.

      Para melhorar a drenagem do solo, misture um pouco de areia grossa, além de fertilizante orgânico, para fornecer nitrogênio para seu crescimento. De tempos em tempos, aplique adubo químico NPK sobre o solo, pois plantas floríferas necessitam de fósforo para produzir suas flores com maior facilidade. Lembre-se de que nunca se deve encharcar uma planta para evitar a proliferação de fungos. Se o solo for devidamente preparado, a água escoará bem e você poderá regar diariamente sem problemas.

      A cada seis meses, ou quando julgar necessário, remova ramos mortos e folhas secas que estejam sufocando a planta. Algumas medidas devem ser consideradas:

      ♦ Não deixar o solo secar ou ficar encharcado no início do desenvolvimento da planta.
      ♦ Não irrigar nas horas mais quente do dia.
      ♦ Observe se as folhas das plantas ficam murchas ou caídas, mesmo com irrigação adequada, o que pode ser indício de espécie não adaptada ao local.
      ♦ Para plantas sensíveis a doenças, não irrigue por aspersão.
      ♦ Para economizar água, coloque uma cobertura sobre os vasos e canteiros, tais como cavaco de madeira, casca de árvore ou pedriscos. Pode-se utilizar, também, uma cobertura morta, como palha de arroz, serragem ou as próprias folhas da planta.
      ♦ A terra nos canteiros deve estar sempre bem solta e não ser muito argilosa.
      ♦ As regas, em geral, não devem ultrapassar duas vezes ao dia (de manhã e à tarde), de forma a evitar o aparecimento de doenças e o encharcamento dos canteiros.

      Atenciosamente,
      Silvana Teixeira

  9. Eduardo Dellangelo Silveira

    Bom dia, sou produtor de sementes de strelítizia reginae, na grande Fpolis/SC. Gostei da forma de quebra da dormência das sementes, e gostaria de saber na divisão de touceiras, retiro todas as folhas das mudas?
    Desde já agradeço

    1. Revista Tecnologia e Treinamento

      Olá, Eduardo!

      Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

      A multiplicação por divisão das touceiras consiste na realização de cortes nos rizomas (espécie de caule subterrâneo) da Estrelítzia de Lança para a formação de mudas que serão plantadas em outros locais para que sejam geradas novas espécies dessa planta.

      Quando forem fazer os cortes no rizoma, é necessário observar que o rizomas precisam ter raízes, folhas e ramos, para que as mudas assim germinem e se desenvolvam em uma nova planta. Após a Estrelítzia de Lança ser plantada, ela deve sofrer regas em todos os dias que não chovam. O tempo de semeadura da Estrelítzia de Lança varia de acordo com o clima da região onde a mesma é cultivada, podendo levar um período de 02 (dois) a 05 (cinco) anos.

      Atenciosamente,

      Ana Carolina dos Santos

  10. josemaria

    Eu comprei mudas de estrelicias há 4 anos, mas só deu uma flor. Não sei o que fazer, gostaria de uma dica.

    1. Revista Tecnologia e Treinamento

      Olá, Maria José!

      Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

      A estrelícia deve ser colocada em local soalheiro e de inverno protegendo-as das geadas. Para florescer a temperatura média tem de estar acima dos 10 ºC.

      É uma planta que só floresce a partir dos 3 anos de idade. As estrelícias são bastante resistentes ao vento e por isso são adequadas para as zonas costeiras.

      Adaptam-se à maioria dos solos desde que estes possuam uma boa drenagem.

      É uma planta bastante resistente que não necessita de particular atenção. No Verão necessita de alguma rega e também de algum adubo.

      Fonte: Plantas e Flor

      Atenciosamente,

      Ana Carolina dos Santos

  11. Ildo Bombardelli

    Gostaria de saber porque alguns pés de estreliça não florescem, estão todas na mesma base de solo.

    1. Paula Tibúrcio

      Olá Ildo,

      Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

      A estrelícia é capaz de produzir de 5 a 8 flores ao mesmo tempo por muda. O cultivo exige luz solar intensa em climas quentes, subtropicais e mediterrânicos, ao ar livre. Não deve enfrentar temperatura inferior a cinco graus centígrados, já, para florescer precisa de temperaturas superiores a 10 graus, com irrigações moderadas durante o ano todo.

      Verifique se todas essas condições estão sendo seguidas para que a estrelícia floresça.

      Atenciosamente,

      Paula Tibúrcio

  12. Rosana

    Amo muito Estrelícia. Tenho algumas que já se encontram com um metro de altura e parecem gostar do lugar onde foram plantadas há anos. Mas agora, pela primeira, vez notei que surgiu uma parte que parecia uma bolsa cheia de pequenas sementes que fazem o desenho da flor. Essas sementes podem ser plantadas? Como devo proceder? Posso dividir as toceiras e replantar em outro lugar? Quanto à altura, posso podá-las radicalmente?
    Como pode ver são muitas as minhas dúvidas, pois não quero que elas sofram.
    Grata!
    Rosana

    1. Samia Andrade

      Bom dia, Rosana!

      Antes de plantar as sementes, você deve amolecê-las deixando-as no ácido sulfúrico de 5 a 10 minutos. Mas não é aconselhável a produção por sementes, uma vez que nesse caso a planta demora muito para desenvolver.
      Quando ao processo de produção de mudas de estrelícia por rizomas, primeiro, cultiva-se a planta-mãe, para, depois, dividi-la, formando as plantas filhas. Daí em diante, esse processo se repete sucessivamente.

      Para aprimorar seus conhecimentos ou obter mais informações, recomendamos o Curso Produção Comercial de Strelítzia, Agapanto e Hemerocale da área Floricultura do CPT, que é constituído por um DVD e um livro interativo. O Curso aborda os seguintes tópicos:

      - O rizoma
      - Anatomia do rizoma
      - Características das plantas rizomatosas
      - Propagação de plantas rizomatosas
      - Processos de propagação assexuada ou vegetativa
      - Fisiologia da propagação
      - Propagação vegetativa
      - Vantagens e desvantagens da reprodução assexuada
      - Strelítzia
      - A planta
      - Características
      - Curiosidades
      - Hemerocale
      - A planta
      - Histórico do hemerocale
      - Características morfológicas
      - As diferentes formas dos hemerocallis
      - Comportamento dos hemerocallis no inverno – dormência e semi-dormência
      - Curiosidades
      - Agapanto
      - A planta
      - Características gerais
      - Curiosidades
      - Propagação e cultivo da Strelítzia
      - Considerações gerais
      - Produção de mudas
      - Plantio e cultivo
      - Floração
      - Colheita de flores
      - Ficha técnica da Strelitzia
      - Propagação e cultivo do Hemerocale
      - Considerações gerais
      - Propagação e cultivo
      - Plantio e cultivo
      - Ficha técnica do Hemerocale
      - Hibridização dos Hemerocallis – dúvidas frequentes
      - Propagação e cultivo do Agapanto
      - Produção de mudas
      - Plantio e cultivo
      - Floração
      - Ficha técnica do Agapanto
      - Comercialização
      - Procedimentos necessários
      - Armazenamento
      - Embalagens
      - Classificação de flores e plantas
      - Expedição
      - Recomendações
      - As “datas”
      - Divulgação
      - Site de vendas
      - Sistema de entregas
      - Glossário de botânica

      Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno receberá um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

      Atenciosamente,

      Samia Andrade

  13. Márcio Rogério

    Olá! Gostaria de encontrar mudas de Helicônias e Estrelícias para plantio como flores de corte!

    1. Samia Andrade

      Bom dia, Márcio!

      Você poderá adquirir as mudas nos sites Rose Sementes e Fruticultura Viçosa, ou mesmo na floricultura mais próxima de sua casa.

      Para mais informações sobre a área Floricultura, visite o site do CPT.

      Atenciosamente,

      Samia Andrade

Quer saber mais sobre os Cursos CPT?

Informe seus dados que um de nossos consultores entrará em contato com você.




Cursos: Floricultura

CPT - Centro de Produções Técnicas

Assinar Newsletter Grátis

Sugerir Matéria

Dê sua sugestão para um tema a ser publicado

Enquete

Qual assunto mais interessa a você?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Vídeos + Vistos

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available