Recomendações para plantar tomate

O solo ideal para plantar tomate é o areno-argiloso, com boa drenagem e pH 6,5

Recomendações para plantar tomate

“Originado da região que se estende do Chile à Colômbia, o tomateiro (Solanum lycopersicum) se disseminou pelo mundo, com grande demanda no mercado consumidor. O tomate apresenta sementes e polpa suculenta, sendo um fruto bastante versátil, consumido em saladas, molhos, sopas, sucos e drinks”, destaca Marcos Tadeu de Moraes Sala Sansão, professor do Curso CPT a Distância e Online Produção de Tomate para Indústria.

No Brasil, as cultivares de tomate mais comuns são as híbridas, bem mais resistentes que os tomates convencionais. Vale lembrar que o tomateiro pode ser atacado por pragas, como broca-pequena e pulgões, ou ainda por doenças, como fusarium e murcha bacteriana. No cultivo em estufas, torna-se mais fácil o controle e monitoramento de pragas e doenças, o que permite o desenvolvimento vigoroso do tomateiro.

Escolha das variedades


As variedades de tomateiro podem apresentar cor, formato e tamanho distintos. Cabe ao produtor escolher a que melhor lhe atenda. O mais popular é o tomate longa-vida. Em seguida, aparecem o tomate redondo-achatado, com fruto firme e vermelho; o tomate-caqui, graúdo e com bastante polpa; além do tomate-cereja, com polpa adocicada. Já o tomate santa cruz (redondo) e o tomate italiano (alongado) são perfeitos para saladas e molhos.

Clima ideal


O tomateiro se desenvolve bem em climas amenos. Recomendam-se temperaturas entre 15 e 19°C (noite) e entre 19 a 24°C (dia). É importante ressaltar que a planta pode ser cultivada em regiões com clima tropical de altitude (mais de 800 metros), ou ainda temperado e subtropical. Independentemente do clima, é indispensável cultivar os tomates em áreas com boa insolação, para que os frutos cresçam firmes e vigorosos.

Forma de plantio


O solo ideal para plantio de tomateiro é o areno-argiloso, com boa drenagem. Além disso, o pH deve permanecer em torno de 6,5 (pouca acidez). O plantio começa com as sementes dispostas em bandejas de isopor com substrato. Quando as mudas apresentarem cinco folhas ou dez centímetros de altura, já podem ser transplantadas em local definitivo. O espaçamento deve ser de 60 centímetros (entre plantas) e 1,20 metro (entre sulcos).

Condução do tomateiro


A condução do tomateiro é realizada por meio do tutoramento da planta. Podem ser utilizadas varas de bambu com dois metros de altura. Esses suportes devem ser amarrados ao tomateiro, sem apertar. Nas variedades de tomate meia-estaca, as varas podem ser substituídas por fitilhos, estruturas mais simples. Assim que passarem 90 dias após o transplante, os frutos podem ser colhidos mesmo se não estiverem maduros.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Agricultura.

Leia o artigo "Tomate em estufa - telas de proteção."

Fonte: revistagloborural.globo.com

Andréa Oliveira 10-08-2019 Agricultura - tudo sobre os principais produtos agrícolas do Brasil

Faça já o Download Grátis

Download brinde Manual para Tornar sua Produção Orgânica

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.