Tomate em estufa - telas de proteção

Tomate em estufa - telas de proteção. Independentemente do modelo da estufa, as telas podem ser utilizadas tanto para controlar a luminosidade como para impedir a entrada de insetos.

Independentemente do modelo da estufa, as telas podem ser utilizadas tanto para controlar a luminosidade como para impedir a entrada de insetos

Tomate em estufa - telas de proteção

"O cultivo do tomate em estufa oferece frutos de melhor qualidade, com menores perdas e aumento da produção na entressafra, o que traz maior retorno financeiro. Com base nesses benefícios inegáveis, a utilização do cultivo protegido se consolidou como uma das técnicas mais vantajosas para a tomaticultura", afirma Rumy Goto, professora do Curso a Distância CPT Cultivo de Tomate em Estufa, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online.

A principal função da estufa é criar um ambiente de calor - em especial no inverno. Portanto, o controle da temperatura é essencial para a boa produtividade dos tomates. Por isso, muitos preferem cultivar tomates em ambiente controlado. Dessa forma a temperatura é monitorada, assim como a possibilidade de invasão de insetos transmissores de doenças aos tomateiros.

No mercado, há estufas de vários modelos, mas os mais utilizados são a estufa modelo capela e a estufa modelo arco. A primeira lembra um galpão ou aviário e conta com duas abas inclinadas no teto. Em geral, a altura deve ter dois metros e a estrutura deve ser erguida em baterias, com espaço interno arejado e telas nas laterais. Já a segunda estufa possui teto abaulado, o que permite um bom aproveitamento da luz. Embora seja um modelo mais caro, vale a pena investir nessa estrutura.
    
Independentemente do modelo da estufa, as telas são utilizadas tanto para controlar a luminosidade como para impedir a entrada de insetos. Para saber que tipo de tela usar, é preciso levar em consideração as condições climáticas da região. Em geral, muitos produtores usam telas com dupla aptidão - regular a penetração dos raios solares e não permitir a entrada de insetos.

As telas mais finas são ideais para esse propósito, mas é primordial deixar que circule o ar dentro da estufa - principalmente em locais mais quentes. Afinal o tomateiro deve permanecer arejado - daí a importância da entrada de ventos na estufa. Em estufas com teto plástico, as laterais devem contar com telas anti-insetos.

Da mesma forma, devem haver lanternins (aberturas) no teto, para que ocorra o devido arejamento no interior da estrutura. Também devem ser instaladas telas bem finas para impedir a entrada de insetos pequenos (como os pulgões), que transmitem vírus.

Fontes: Globo Rural e Cursos CPT.

Andréa Oliveira 11-01-2017 Agricultura - tudo sobre os principais produtos agrícolas do Brasil

Deixe um Comentário

Comentários

VINICIUS RODRIGO SANTOS

27-11-2019

Ola, sou Vinicius trabalho com madeiras tratada (eucalipto) e gostaria de saber se vocês usam esta madeira na plantação de tomates.

Resposta do Portal Tecnologia e Treinamento

06-12-2019

Olá, Vínicius

Como vai?

O CPT trabalha com a produção e comercialização de cursos de capacitação a distância, onde o aluno tem a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos e enriquecer sua grade curricular.

Atenciosamente,

Erika Lopes