Quer criar periquito australiano? Saiba como

O periquito australiano se adapta muito bem à vida em grupo, até mesmo com outras espécies de aves

Quer criar periquito australiano? Saiba como

O periquito australiano (Melopsittacus undulatus) apresenta asas com envergadura de aproximadamente 18 centímetros. Os machos chegam a 34 gramas e as fêmeas, a 40 gramas. Sua expectativa de vida chega a 14 anos. A plumagem do periquito australiano é maravilhosa, o que o torna uma bela ave exótica. A cor mais comum é a verde clara, mas há periquitos australianos com as mais diversas nuances. Não podemos nos esquecer dos periquitos albinos e lutinos (olhos vermelhos).

Como é uma ave sociável, o periquito australiano se adapta muito bem à vida em grupo, até mesmo com outras espécies de aves. Entretanto, ele consegue viver sozinho, contanto que tenha a companhia de seu dono. “Se deixado sozinho, longe de outros periquitos, ele consegue imitar quaisquer sons que ouvir”, afirma Renato Azevedo Uchôa, professor do Curso a Distância CPT Criação de Periquitos Australianos em Livro+DVD e Online.

Instalações adequadas


As instalações mais adequadas são as gaiolas. Elas devem ser fabricadas com arame galvanizado, para facilitar a limpeza. A área interna deve garantir conforto e bem-estar ao periquito australiano, principalmente se for criado em grupo. As voadeiras devem apresentar divisória nas dimensões 70x30x40 centímetros. Em seu interior devem ser instalados poleiros, em níveis distintos, para a subida e descida das aves.

Em relação aos ninhos, eles devem apresentar as dimensões 15x15x25 centímetros. Eles podem ser suspensos nas gaiolas, mas também podem ser colocados no piso sem maiores problemas. O piso deve ser coberto com forragem, para absorver a umidade, além de impedir que os ovos rolem. A limpeza da gaiola e dos ninhos deve ser uma rotina no manejo dos periquitos australianos.

Alimentação ideal


A alimentação ideal é composta por sementes para pássaros e ração especial para periquito australiano. Mas pode ser complementada com frutas, como laranja, e hortaliças frescas, como espinafre. Elas são fáceis de serem ingeridas pelas aves, devido ao formato do bico da ave (afiado e torto), sendo a parte inferior menor que a superior.

A dieta do periquito australiano pode ser enriquecida com milho verde, pimenta e jiló frescos. A areia e o grit auxiliam na digestão e, portanto, devem ser disponibilizados à ave. Mas são proibidos abacate e sementes de maçã, pois são tóxicos para o periquito. Vitaminas e minerais também são recomendados, para dar mais vigor à ave.

Sobre a reprodução


A reprodução dos periquitos australianos começa aos seis meses de vida, momento em que a ave atinge maturidade sexual. O sexo da ave pode ser identificado pela cor da carúncula, cera localizada em cima do bico do periquito australiano. No macho, a cor é azul e, na fêmea, marrom.

Após a cópula, a fêmea do periquito australiano bota ovos, em dias alternados, por cerca de seis dias. Após 21 dias de incubação, nascem os periquitinhos. Quando completam 35 dias, eles já deixam o ninho, mas continuam a receber alimento dos pais por 10 dias aproximadamente.

Conheça os Cursos a Distância CPT, constituídos de Livro+DVD, e Cursos Online, da Área Aves Exóticas.

Leia o artigo "Criação de Periquitos Australianos - gaiolas e equipamentos".

Fonte: revistagloborural.globo.com

Andréa Oliveira 05-10-2018 Aves exóticas

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.