Conheça a técnica de "vazio sanitário" e saiba sua importância na avicultura

O melhor modo de criar deve considerar também a idade de abate, a separação por sexo, a densidade de criação e o planejamento de entradas e saídas de lotes

Qualquer que seja o sistema de produção, a criação comporta apenas um esquema geral de criação, conhecido por “todos dentro – todos fora”.

Isso quer dizer que todos os pintos entram de uma só vez no aviário, com um dia de idade, e dele também saem ao mesmo tempo, na época do abate.

Este esquema atende a razões de ordem veterinária, pois ele dificulta a propagação de microrganismos de plantéis mais velhos para os recém-chegados. Ele se baseia na ideia de que há necessidade de cumprir um espaço de tempo chamado de “vazio sanitário” das instalações.

Nesse tempo de descanso, de vazio sanitário, rompe-se o ciclo vital de agentes potencialmente causadores de doenças. Os bons resultados alcançados com o esquema “todos dentro - todos fora” consagraram este tipo de manejo no mundo inteiro. Também permite um tempo suficiente para se preparar o aviário para receber um novo lote de pintos.

Tadeu Cotta, coordenador do Curso Produção de Frangos de Corte, produzido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, diz que “além disso, o melhor modo de criar deve considerar também a idade de abate, a separação por sexo, a densidade de criação e o planejamento de entradas e saídas de lotes”.

Equipe de Redação 26-10-2011 Avicultura

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.