Dicas práticas para criar ganso

Quando criado com fins comerciais, o ganso apresenta boa demanda como matriz de reprodução ou ave ornamental

Dicas práticas para criar ganso

O ganso é uma ave muito resistente, que se adapta facilmente a vários climas. Este é um fator bastante favorável, pois permite sua criação nas mais diversas regiões do país. Quando criado com fins comerciais, o ganso apresenta boa demanda como matriz de reprodução ou ave ornamental. Sem falar na comercialização de carne e ovos de ganso, assim como suas plumas e penas para fabricação de travesseiros.

Algumas pessoas criam gansos como sentinela, pois eles têm o hábito de grasnar a qualquer sinal de aproximação. Na verdade, o ganso é uma ave bastante versátil e lucrativa, de fácil e simples manejo. Além disso, o investimento na criação é baixo, pois não requer grandes e elaboradas estruturas. O plantel pode ser criado em uma área cercada em quintais, fazendas e sítios.

Mesmo sendo o ganso uma ave muito resistente, é importante que o criatório conte com um abrigo para proteger o plantel, principalmente em dias de sol forte, chuvas torrenciais e frio severo. Outra exigência é construir um espelho d’água para que os gansos possam se refrescar. Quando criado com conforto e bem-estar, o ganso vive até 15 anos (ou mais).

Formação do plantel


Antes de formar o plantel, é importante saber a finalidade da criação, se para ornamentação, se para produção de carne e ovos, se para sentinela de propriedades. O ganso Chinês-branco e o ganso Africano, por exemplo, são ótimos animais de guarda, pois grasnam a qualquer movimento e barulho.

Já o ganso Toulouse e o ganso Embden são criados para fins ornamentais, além de produzirem belas plumas para comercialização. Há outras importantes raças de ganso, como o ganso Pilgrim, o ganso Sabastopol, o ganso Magpie goose e o ganso Egípcio.

Estrutura e local de criação


O ganso se adapta muito bem às mais variadas estruturas e locais de criação. Entretanto, é recomendado proteger o plantel das intempéries climáticas. Embora a gansa não tenha o costume de botar ovos no ninho, é importante providenciar um de madeira ou até mesmo um pneu com palha dentro. Alguns avicultores colocam um ovo artificial no ninho para induzir a gansa a botar.

Para criar gansos, a estrutura mais utilizada é feita com cercado de tela de arame com 1,5 m de altura. Já o abrigo é construído de madeira, com telhado de barro, em uma área de 1,5 m². É fundamental disponibilizar para as aves comedouro e bebedouro com água limpa e fresca. Como os gansos gostam de mergulhar, a área deve contar com um lago, uma represa ou mesmo um tanque de 1 m² e 20 cm de profundidade.

Dicas de alimentação


A dieta do ganso é composta basicamente de pasto (à vontade), frutas e hortaliças frescas, além de grãos e ração. Quando chega ao primeiro dia de vida, o gansinho já começa a receber ração inicial e folhas verdes picadinhas (salvo alface). Já com 30 dias, a avezinha recebe ração de crescimento, hortaliças e frutas, além de pasto. Após seis meses, os gansos recebem ração de postura. Embora seja herbívoro, o ganso come minhocas durante o pastejo.

Sobre a reprodução


A reprodução dos gansos ocorre de julho a dezembro e começa quando as aves atingem oito meses de vida. O potencial reprodutivo dos gansos se estende até os oito anos. O ideal é um ganso para até três gansas. Após o acasalamento, as gansas podem produzir um ovo a cada dois dias (cerca de 30 ao ano).

Conheça o Curso CPT a Distância e Online Criação de Marrecos.

Leia o artigo "Sugestões de aves exóticas para criar em casa".

Fonte: revistagloborural.globo.com

Andréa Oliveira 07-02-2019 Avicultura

Faça já o Download Grátis

Download brinde Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.