Equoterapia: um processo de reabilitação e educação

Essa prática objetiva benefícios físicos, psíquicos, educacionais e sociais

A equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de deficiência ou de necessidades especiais.

Esta prática emprega as técnicas de equitação e atividades equestres para proporcionar ao praticante benefícios físicos, psicológicos, educacionais e sociais. Essa atividade exige a participação do corpo inteiro, contribuindo, assim, para o desenvolvimento do tônus e da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo, equilíbrio, aperfeiçoamento da coordenação motora, atenção, autoconfiança e auto-estima.

A Equoterapia é, portanto, um método de reabilitação e educação que trabalha o praticante de forma global.

Objetivos A prática da equoterapia objetiva benefícios físicos, psíquicos, educacionais e sociais de pessoas portadoras de: - deficiências físicas ou mental, causadas por:

· Lesões neuromotoras de origem encefálica ou medular; · Patologias ortopédicas, congênitas, ou adquiridas por acidentes diversos; e · Disfunções sensório-motoras.

- necessidades educativas especiais ou distúrbios:

· Evolutivos; · Comportamentais; e · De aprendizagem.

Programas personalizados · Programas de reabilitação para pessoas portadoras de deficiência física e, ou, mental;

· Programas de educação para pessoas com necessidades educativas especiais e outros;

· Programas sócio-educativos para pessoas com distúrbios evolutivos ou comportamentais.

· Programa básico de Equoterapia

- Hipoterapia: Programa essencialmente de reabilitação, voltado para as pessoas portadoras de deficiência física e, ou, mental, é chamado em várias partes do mundo de hipoterapia; a ANDE-BRASIL o adota para esse programa. O cavalo é usado principalmente como instrumento cinesioterapeutico.

- Educação/ Reeducação: Esse programa pode ser reabilitativo ou educativo. O praticante tem condições de exercer alguma atuação sobre o cavalo e conduzi-lo, dependendo em menor grau do auxiliar-guia e do auxiliar-lateral. O cavalo atua como instrumento pedagógico e psicológico.

- Pré - esportivo: Também pode ser um programa reabilitativo ou educativo. A ação do profissional de equitação é mais intensa, necessitando, contudo, da orientação dos profissionais das áreas de saúde e educação. O cavalo é utilizado como instrumento de inserção social.

No Curso Equoterapia - Terapia com o Uso do Cavalo, produzido pelo CPT -  Centro de Produções Técnicas, você encontrará tudo muito mais sobre a equoterapia, como: doma de cavalo da equoterapia, como formar a equipe de equoterapia, e instalação de centro de equoterapia.

Equipe de Redação 13-10-2011 Cavalos

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.