Postura profissional de um churrasqueiro

É preciso estar sempre atualizado, pois o que se sabe hoje poderá amanhã ser um conhecimento ultrapassado

Um dos requisitos mais avaliados atualmente na hora de contratar um colaborador é a postura profissional. Não se iluda, pois, quando o assunto é mercado de trabalho o que se busca são pessoas que possuam não apenas conhecimentos técnicos, mas que reúnam características essenciais para exercerem suas profissões. Nesse sentido, ética, iniciativa, bom humor, simpatia, carisma, espírito de liderança, autocontrole, perseverança, criatividade e agilidade, na busca de inovações e conhecimentos, são essenciais e ajudam a formar a sua postura profissional.

Se, de início, parece muita coisa, certamente será mais fácil compreender ao lembrar que um colaborador terá uma postura profissional correta se ele for capacitado tecnicamente, educado e, ao invés de apontar problemas e lamentar, apresentar soluções viáveis, que possam ser implementadas pela empresa.

É fundamental que você realmente esteja consciente de que os modernos modelos de gestão, aplicados em todos os setores, e a qualificação da mão de obra são imprescindíveis para o sucesso de qualquer trabalhador, em seu ramo de atuação.

Se você consegue deixar o seu cliente satisfeito, não apenas com o sabor do seu churrasco mas também com a forma que ele é servido, os acompanhamentos, os molhos, as informações e as sugestões, pode ter certeza que o reconhecimento virá. Mas, se você não faz a sua parte corretamente, espere por uma forte propaganda negativa do estabelecimento e do churrasqueiro.

Diante de tudo isso, a saída para o seu sucesso profissional é só uma: o treinamento, a mudança ou aprimoramento na forma de pensar e de agir, cujos resultados farão parte da sua postura profissional.

Para que você possa ser considerado um churrasqueiro exemplar, no que se refere à sua postura profissional, em seu ambiente de trabalho, deverá atentar-se para alguns pontos importantes como:

Apresentação pessoal: Cuide do seu visual. Esteja sempre vestido adequadamente, de preferência com uniforme de cor clara para que as pessoas possam ter certeza das condições de higiene e limpeza. O fato de você trabalhar diretamente em contato com carnes, carvão e churrasqueira não deve ser argumento para estar com uniforme sujo e mal cuidado.

Cordialidade: Seja cordial com seus colegas de trabalho. Procure manter um clima de respeito no ambiente. Ouça as reclamações e procure tirar proveito. Saiba que dificilmente alguém fará uma reclamação sem algum fundamento, mesmo que para você isso possa parecer exagero. Faça das reclamações um momento de aprendizado e faça o possível para que elas sejam minimizadas. Se alguém alterar a voz, procure manter a calma, a serenidade e a segurança para que eventuais conflitos, mesmo que pequenos, não se transformem em um problema maior.

Fale pouco: Evite conversas desnecessárias e concentre a atenção em seu trabalho. Principalmente porque, no caso de churrascarias, você terá de ser ágil e bastante atento, pois qualquer deslize comprometerá a qualidade do produto final.

Aprimoramentos: Esteja sempre “antenado” às novidades do mercado. Nunca esqueça que, enquanto você trabalha, outras pessoas aprimoram métodos, desenvolvem fórmulas, geram resultados.

Mário Augusto Vieira, coordenador do Curso Treinamento de Churrasqueiro, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, dá a dica, “você precisa estar sempre atualizado, porque se hoje você sabe muito, amanhã seu conhecimento poderá estar ultrapassado e ser insuficiente para atender plenamente às mudanças e aos aprimoramentos do mercado”.

Equipe de Redação 29-05-2012 Hotelaria

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.