Java - linguagem de programação robusta e simples

Java é uma linguagem de programação orientada a objetos muito utilizada atualmente.

Java é uma linguagem de programação orientada a objetos, muito utilizada pela maioria dos programadores por ser robusta e simples

Histórico da linguagem

Java - linguagem de programação robusta e simples

Existem várias explicações de como a linguagem Java surgiu, sendo que a mais comum diz que ela surgiu de um projeto mal sucedido, chamado Oak, que se destinava à operação de pequenos aparelhos eletrodomésticos. Mas, em 1995, os cientistas da Sun, liderados por James Gosling, refizeram o projeto Oak como uma linguagem de programação portátil para internet, executando pequenos programas em navegadores web. O resultado disso não foi bem o que eles esperavam, pois os Applets web não obtiveram o sucesso esperado. Entretanto, Java mostrou-se de grande aceitação para diferentes tarefas, como os serviços web e conectividade empresarial. Desde então, essa linguagem de programação vem ganhando mercado em diversas áreas importantes como Web, dispositivos móveis, redes de computadores, jogos, entre outros.

Mesmo sendo uma linguagem nova, obteve uma espetacular aceitação por programadores do mundo inteiro, tendo se difundido como nunca antes ocorreu com uma linguagem de programação. Existem diversas especulações a esse respeito, mas um fator que colaborou com isso é o fato de a linguagem possuir vantagens agregadas, tais como: possibilitar a orientação a objetos, possuir independência de plataforma, desenvolver multitarefas, ser robusta, segura e distribuída.

Características da linguagem

Compilada

Linguagem compilada é o processo de unir o código fonte e o transformar em algo que faça mais sentido para o computador, ou seja, a linguagem é compilada quando executada diretamente pelo sistema operacional ou pelo processador, após ser traduzida por um programa compilador, que transforma essa linguagem em uma linguagem de baixo nível, como linguagem de máquina.

O compilador Java transforma esse código fonte ou programa fonte em bytecodes, os quais são as instruções compreendidas pela Máquina Virtual Java (JVM).

Em algumas linguagens, a compilação é feita de forma estática, ou seja, transformada diretamente em linguagem de máquina, enquanto em Java e outras linguagens isso não acontece. Na linguagem Java, depois do processo de compilação, existe outro processo que é o de interpretação.

Interpretada

É o processo que interpreta a linguagem intermediária, durante a execução do programa, traduzindo os comandos da linguagem intermediária para linguagem de máquina. Dessa forma, em tempo de
execução, esse código intermediário, descrito como "código fonte", será compilado dinamicamente pelo interpretador da linguagem em código de máquina. Dessa forma, o código em Java é compilado uma vez, mas ele é interpretado toda vez que for executado.

Orientada a objetos

Orientação a objetos, também conhecida por Programação Orientada a Objetos (POO), é um paradigma de programação, onde se usam classes e objetos com o intuito de modelar o mundo real. Cada classe é como se fosse uma parte de um todo. Nela são declarados atributos e métodos que poderão ser executados ou acessados nas instâncias da mesma classe.

Um dos grandes diferenciais da programação orientada a objetos, em relação a outros paradigmas de programação, está no conceito de herança, mecanismo por meio dos quais as definições existentes podem ser facilmente estendidas.

Portável

Portabilidade é todo aquele programa compilado e facilmente executado em diferentes arquiteturas, tanto em Hardware ou em Software.

Java é uma linguagem de programação portável, tendo em vista que basta compilar a aplicação apenas uma vez para que esta possa ser executada em qualquer plataforma que possua máquina virtual Java.

Suporta concorrência

O termo concorrência é usado para demarcar quando dois processos disputam o acesso ao mesmo recurso, simultaneamente. Dessa forma, se a linguagem não suporta concorrência, pode haver erros na hora de acessarem esse mesmo recurso, ou pode ser implementada uma política de filas para que sejam definidas as prioridades de acesso ao recurso.

Em Java, os objetos fornecem uma maneira de dividir o programa em sessões independentes ou subtarefas. Nesse caso, essas subtarefas são chamadas de threads, onde cada uma delas
é executada em um CPU diferente.

Suporte para programação distribuída

O termo Programação Distribuída é derivado do fato de os sistemas serem compostos por diversas partes cooperantes, que são executadas em máquinas diferentes, interconectadas por uma rede.

Esse método traz vantagens, pois usa melhor o poder de processamento, por distribuir a carga entre as máquinas, além disso, pode apresentar melhor desempenho, maior confiabilidade, suporta maior número de usuários, permite compartilhar dados e recursos e reutilizar serviços já disponíveis.

Eficiente

De acordo com os termos populares, eficiência é a qualidade de fazer com excelência, sem perdas ou desperdícios. Eficiente é aquilo ou aquele que chega ao resultado, que produz o seu efeito específico, mas com qualidade, com competência, com nenhum ou com o mínimo de erros.

A Java é destinada para escrever programas que possam ser confiáveis, em uma variedade de hipóteses, assim, nessa linguagem, há bastante ênfase no princípio de checar possíveis problemas e eliminar situações inclinadas para a ocorrência de erros.

 

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Desenvolvimento de Sites e Softwares, elaborados pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, entre eles o Curso de Programação Java.

Samia Andrade 21-11-2013 Desenvolvimento de Softwares

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.