Programação PHP - Curso Avançado

Programação Orientada a Objetos

O processo de aperfeiçoamento demanda uma busca constante, pois até mesmo as linguagens de programação tendem a se aperfeiçoarem. Sendo assim, houve algumas transformações e evoluções das linguagens de programação, dando origem a novas formas de se programar, assim como surgiram novas linguagens.

O conceito de programação Orientada por Objetos não é novo. No final da década de 1960, a linguagem Simula67, desenvolvida na Noruega, introduzia conceitos hoje encontrados nas linguagens orientadas a objetos. Em meados de 1970, o Centro de Pesquisa da Xerox (PARC) desenvolveu a linguagem Smalltalk, a primeira totalmente orientada a objetos. No início da década de 1980, a AT&T lançaria a Linguagem C++, uma evolução da linguagem C em direção a objetivos.

A programação Orientada a objetos tem como principais objetivos reduzir a complexidade no desenvolvimento de software a aumentar sua produtividade. A análise, projeto e programação Orientada a Objetos são as respostas para o aumento da complexidade dos ambientes computacionais, que se caracterizam por sistemas heterogêneos, distribuídos em redes, em camadas, e baseados em interfaces gráficas.

Durante anos, os programadores se dedicaram a construir aplicações muito parecidas que resolviam, vez ou outra, os mesmos problemas. Para conseguir que os esforços dos programadores pudessem ser utilizados por outras pessoas, foi criada a programação Orientada a Objetos, pois uma grande vantagem de se modularizar um código é que o mesmo possa ser reutilizado.

No Curso Avançado de Programação PHP, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, você encontrará várias vantagens de se programar com o paradigma da Orientação a Objetos. Algumas dessas vantagens são: produtividade e ciclo de vida maior.

Equipe de Redação 28-09-2011 Desenvolvimento de Softwares

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.