Bromélias têm capacidade singular de absorver água e nutrientes

As plantas podem crescer no solo, em pedras ou até em árvores

Cultivo de Bromélias - Para Fins Comerciais ou Hobby

Conhecidas popularmente pelo nome de gravatá, as bromélias brasileiras já eram cultivadas pelos nossos índios, que as denominavam também de carauá, caraguatá, carandá ou de caraguá. As bromélias caracterizam-se por serem plantas herbáceas, perenes, com folhas geralmente formando uma roseta, que na grande maioria das espécies, acumula água.

Além disso, possuem, na superfície da folha, tricomas, chamados escamas peltadas ou foliares, que conferem a capacidade singular de absorverem água e nutrientes. Por isso, é muito importante ter cuidado quanto ao uso de adubos e defensivos químicos.

Quanto ao habitat preferencial, podem ser classificadas basicamente em três grupos: terrestres, rupícolas ou epífitas, conforme cresçam no solo, em rochas ou árvores, respectivamente.

O curso "Cultivo de Bromélias - Para Fins Comerciais ou Hobby", desenvolvido pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, mostra toda a exoticidade e exuberância de uma das plantas mais conhecidas do ramo da floricultura. A coordenação técnica deste trabalho ficou a cargo do professor Cláudio Coelho de Paula, botânico, especialista em bromélias do Departamento de Biologia Vegetal da UFV - Universidade Federal de Viçosa.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV - Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância.

No Brasil, apenas recentemente as bromélias passaram a ser admiradas e cultivadas. Até pouco tempo eram consideradas depositários de pernilongos e cobras. Além disso, eram tidas como parasitas capazes de matar uma árvore de grande porte.

Graças aos trabalhos de pesquisadores, colecionadores e paisagistas, essa situação tem se alterado positivamente. Hoje, as bromélias estão em pleno processo de popularização, sendo uma presença marcante em jardins particulares ou públicos, em residências e outras localidades. O incremento à produção comercial possibilitará o aumento da oferta de plantas em quantidade e qualidade, estimulando, assim, a demanda.

http://www.youtube.com/watch?v=R6CZO1YPZEw

Marconi Vieira 06-04-2011 Floricultura

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.