Equipamentos e estrutura necessários para a pecuária de corte

Instalações adequadas poderão oferecer ao produtor menor custo de manutenção, segurança e conforto

Equipamentos e estrutura para pecuária de corte

O Brasil possui o segundo maior rebanho bovino do mundo, perdendo apenas para a Índia. Se considerarmos o rebanho para comercialização, sem fins religiosos, o Brasil ocupa o primeiro lugar. As condições brasileiras são as responsáveis por essa façanha, com grandes extensões de terra, que permitem a produção de bovinos a baixo custo. Os dados são contrastantes com outros países, principalmente da Europa, onde por causa do alto preço da terra, da mão-de-obra cara e das condições climáticas adversas, não é possível uma produção a custo competitivo com o nosso país.

Entretanto, os tipos de criação de bovinos, utilizados no Brasil, em raras exceções, ainda não aproveitam todo o potencial de produção oferecida pelas nossas condições ambientais. A falta de informação técnica e o baixo investimento na atividade são os maiores provedores dessa situação, fazendo com que, em muitos casos, a atividade seja mal remunerada, em consequência da baixa produção ou má qualidade da carne.

Nesse contexto, a disponibilidade de alimento, o manejo eficiente e as instalações adequadas são de extrema importância na otimização da atividade, permitindo que o criador de gado de corte tenha a remuneração que lhe é cabível. Situações como a fuga de animais para pastagens e fazendas vizinhas, divisórias de curral mal fixada, exigem reparos constantes, uma vez que colocam em risco a segurança dos animais. Uma divisão mal feita que atrasa o serviço e outros problemas, apesar de parecerem normais no cotidiano de uma fazenda, propiciam gasto de tempo e perda de dinheiro.

Assim, independentemente se o sistema de criação é extensivo, com animais no pasto, ou intensivo, com animais em confinamento, são necessárias várias instalações que, se construídas adequadamente, poderão oferecer ao produtor menor custo de manutenção, maior durabilidade, segurança e conforto, para quem trabalha e para o animal.

O curso “Instalações e Equipamentos para Pecuária de Corte”, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, tem o objetivo de proporcionar dimensionamentos adequados e aspectos construtivos para as mais importantes instalações na pecuária de corte. A coordenação técnica deste trabalho ficou a cargo do zootecnista Alexandre Lúcio Bizinoto, professor e coordenador do curso de graduação em zootecnia da Faculdades Associadas de Uberaba - FAZU.

http://www.youtube.com/watch?v=AmuKLeuhftA

Tecnologia e Treinamento 29-03-2010 Pecuária de Corte

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.