Curso de identificação e certificação de bovinos de corte

Rastreabilidade de bovinos de corte

Em anos recentes, a bovinocultura de corte brasileira iniciou um processo de avanço no mercado internacional de carne, passando a competir em condição de igualdade com tradicionais exportadores, como Uruguai e Argentina. A crise gerada pela "doença da vaca louca" no mercado europeu de carne, abriu as portas para o produto brasileiro, enquanto outros mercados passaram a ser conquistados, como Estados Unidos, Rússia e China. Os dados do comércio exterior de carne brasileira indicam um crescimento vertiginoso das exportações a partir de 1997, seguido de uma evolução, também considerável, da produção.

Essa abertura de novos mercados, entretanto, não se deu de forma tão fácil: em pouco tempo surgiu uma exigência absolutamente nova para a pecuária de corte brasileira, que é a identificação e certificação de origem. Uma exigência que acabou levando o governo brasileiro a criar o SISBOV (Sistema Brasileiro de Identificação e Certificação de Origem Bovina e Bubalina) e, por meio dele, a estabelecer toda uma sistemática de rastreamento, que começou a tomar corpo apenas no ano de 2002, em um processo relativamente complexo. As expectativas, entretanto, são de que esse sistema coloque o Brasil como um dos países com maior controle sobre o seu rebanho bovino, em todo o mundo, potencializando a presença no mercado externo cada vez mais.

Esse processo de identificação e certificação ficou mais conhecido no Brasil como "rastreabilidade", por estar diretamente vinculado a uma proposta de comprovação de que toda a carne produzida provenha de animais saudáveis, criados em condições adequadas, com idade, sexo, raça e sistema de criação conhecidos. Enfim, um processo de controle que garante o acompanhamento do histórico do animal ao longo de sua vida.

O curso "Rastreabilidade - Identificação e Certificação de Bovinos de Corte", elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, mostra como cumprir as exigências legais de certificação de origem da carne. A coordenação técnica do curso é dos professores Carlos Henrique Cavallari Machado e Luiz Antônio Josahkian, especialistas em genética e melhoramento da FAZU - Faculdades Associadas de Uberaba e técnicos da ABCZ - Associação Brasileira dos Criadores de Zebu.

http://www.youtube.com/watch?v=F1bEmCrsGvI

Marconi Vieira 15-04-2010 Pecuária de Corte

Deixe um Comentário

Comentários

Adalton Pinheiro Da Cruz

14-10-2018

Gostaria de fazer o curso a distância "Curso de identificação e certificação de bovinos de corte", como consigo fazer a matrícula e iniciar o curso?

Resposta do Portal Tecnologia e Treinamento

15-10-2018

Olá Adalton,

Agradecemos a visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entraram em contato com mais informações.

Atenciosamente,

Mariana Caliman Falqueto