Centro de Produções Técnicas

Tutor dos cursos CPT, Centro de Produções Técnicas, Viçosa - MG.

Deixe seu Comentário

Marque a caixa abaixo para validar seu comentário

 

4 comentários para “Como produzir rainhas e multiplicar enxames”

  1. José Conti

    Quero melhorar meu conhecimento em como desdobrar enxame. Já mexo com abelha, mas não tentei desdobrar. Quero aumentar minhas comeias. Hoje tenho 25 comeias, quanto posso conquistar até próxima florada que é neste mesmo período de julho a outubro? Como posso fazer? Abraço: José Conti

    1. silvaniateixeira

      Olá, José!

      Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

      O fenômeno de enxameação tende a acontecer mais ao final das floradas, quando as reservas alimentares da colmeia estão elevadas. Também pode ocorrer por falta de espaço na colmeia, que se vê obrigada a fazer uma divisão. Esse fenômeno é o responsável pela multiplicação e distribuição das abelhas.

      Fazer uma divisão significa exatamente dividir o conteúdo de uma colmeia. A colmeia a ser dividida deve ser forte (populosa), contendo 10 quadros ocupados com crias de todas as idades (ovos, larvas e pupas), reserva de alimento (mel e pólen) e abelhas cobrindo todos os quadros.

      São as seguintes as etapas de uma divisão:

      1. Ao lado da colmeia que vai ser dividida, colocar uma colmeia vazia e dois a quatro quadros com favos vazios ou cera alveolada.

      2. Abrir a primeira colmeia, procurar e isolar a rainha. Pode permanecer em um favo, colocado temporariamente fora de sua colmeia, em local seguro, ou em uma gaiola.

      3. Transferir dois a três quadros com ovos e crias abertas da primeira colmeia para a segunda, sacudindo parte das abelhas aderentes, que deverão permanecer na primeira. Transferir também dois quadros com alimento.

      4. Em cada colmeia adicionar um ou dois quadros extras com favos vazios ou cera alveolada.

      5. Transferir a primeira colmeia para novo local do apiário, num ponto que seja o mais afastado possível do seu local original.

      A segunda colmeia ficou fraca, mas, com o regresso das abelhas campeiras ela se fortalecerá, enquanto que a primeira colmeia perderá abelhas se enfraquecendo, de forma que durante os dias seguintes elas ficarão com a população aproximadamente equivalente. As crias fechadas que ficaram na primeira colmeia logo clodirão, recompondo as abelhas perdidas, enquanto, na segunda colmeia, as crias jovens garantirão a população, eclodindo a partir de 15 dias após a divisão e repondo as abelhas velhas (campeiras) que formaram o grosso da sua população inicial.

      Depois de 18 a 22 dias da divisão, a segunda colmeia terá criado e fecundado sua nova rainha, com o que passaremos a ter duas colmeias, normais, porém enfraquecidas. Conforme as condições externas e a florada (ou alimentação fornecida pelo apicultor), estas colmeias demandarão entre três e cinco meses ou mais, para se tornarem colmeia de produção, repletas de abelhas.

      Para saber mais informações sobre o processo de multiplicação de enxames, conheça o Curso CPT Produção de Rainhas e Multiplicação de Enxames.

      Atenciosamente

  2. karivaldo

    gostaria de saber se existe curso em EAD com certificado

    1. cptttuov

      Olá Karivaldo,

      Os cursos do CPT – Centro de Produções Técnicas possuem certificado emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, Institução Certificadora oficial, Mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Quer saber mais sobre os Cursos CPT?

Informe seus dados que um de nossos consultores entrará em contato com você.




Cursos: Apicultura

CPT - Centro de Produções Técnicas

Assinar Newsletter Grátis

Sugerir Matéria

Dê sua sugestão para um tema a ser publicado

Enquete

Qual assunto mais interessa a você?

Ver Resultados

Loading ... Loading ...

Vídeos + Vistos

YouTube responded to TubePress with an HTTP 410 - No longer available