O comércio de gramas está mais intenso

Gramados atuais são densos e uniformemente compostos, resistentes às pragas e doenças

Cultivo de Gramas e Implantação de Gramados

Há séculos, as gramíneas têm estado presentes na paisagem. Na verdade, muitas das espécies utilizadas hoje nos gramados se desenvolveram em pradarias e pastagens, onde serviam de alimento para as ovelhas e o gado.

Naturalmente, sob essas condições, só sobreviviam as espécies que eram tão vigorosas que conseguiam se refazer rapidamente das constantes podas patrocinadas pelos animais. Foram, portanto, as descendentes dessas gramíneas, de porte baixo, que se adaptaram a tolerar os aparadores de grama e deram origem às que são usadas hoje nos gramados.

Aparentemente, foi durante a Idade Média que as gramíneas aparadas tornaram-se populares para uso em jardins, áreas de piquenique e espaços esportivos. No princípio, eram intensamente pisoteadas para serem mantidas baixas, só mais tarde é que se descobriu que a foice podia ser usada para essa finalidade, com a vantagem de permitir uma maior uniformidade.

Os gramados atuais estão bem longe de seus antecessores dos tempos medievais. Hoje, eles são densos e uniformemente compostos, resistentes às pragas e doenças, tolerantes a altas e baixas temperaturas e até conseguem competir e ganhar a briga contra as ervas daninhas e outras pragas.

O curso “Cultivo de Gramas e Implantação de Gramdos”, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, mostra o cultivo de gramas nas variedades São Carlos, Esmeralda, Santo Agostinho, Bermudas e Zoysia, todas elas de exploração econômica relativamente recente, além da grama Batatais, que é nativa do Brasil. A coordenação técnica deste trabalho ficou a cargo do professor Cláudio Coelho de Paula, botânico do departamento de biologia vegetal da UFV - Universidade Federal de Viçosa.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Tudo isso é fruto de uma série de pesquisas, levadas a cabo sobretudo nos países desenvolvidos, em busca do desenvolvimento de híbridos e novas variedades especiais. Algumas altamente sofisticadas e para usos muito específicos como, por exemplo, as gramas para campos de golfe.

http://www.youtube.com/watch?v=_J8NOQ7-ebM

Marconi Vieira 29-03-2011 Paisagismo

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.