Produção de mudas arbóreas é alternativa economicamente viável

Cidadãos têm exigido cada vez mais uma arborização urbana de qualidade

Como Produzir Mudas Arbóreas de Valor Comercial

A arborização urbana sempre foi o maior consumidor de mudas arbóreas no país. Normalmente, as mudas eram produzidas em viveiros pertencentes a órgãos públicos, como instituições de ensino e pesquisa, prefeituras, ou hortos florestais.

Recentemente, esse comportamento começou a passar por um processo de mudança. Houve um aumento significativo do número de espécies de árvores utilizadas no plantio, com diferentes portes, formatos de copas, folhagens, tipo e época de floração e frutificação.  Também ocorreu uma tendência de se introduzir, no ambiente urbano, espécies nativas das matas brasileiras, principalmente as originárias da própria região onde será feito o plantio.

Além disso, foi fator decisivo para a mudança no mercado de mudas arbóreas, a presença cada vez maior do consumidor na compra, sempre procurando características específicas que atendam seu projeto de jardim, buscando texturas, cores, formas, linhas e portes diferenciados para cada situação. Por outro lado, como cidadão, esse consumidor também tem exigido cada vez mais uma arborização urbana de qualidade.

Outro mercado emergente é o de reflorestamentos com espécies nativas. Isso se dá geralmente em projetos de recuperação de áreas degradas, na implantação de parques públicos e privados, e na arborização e reflorestamento de propriedades rurais.

O curso “Como Produzir Mudas Arbóreas de Valor Comercial”, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, traz todas as informações necessárias para quem deseja trabalhar no ramo e para aqueles que já atuam no setor e querem de aprimorar seus conhecimentos. A coordenação técnica deste trabalho ficou a cargo do professor Wantuelfer Gonçalves, doutor em paisagismo pela USP e chefe do setor de parques e jardins da UFV - Universidade Federal de Viçosa.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

Por tudo isso, a demanda por mudas arbóreas tem crescido em todo o país. Essa produção, portanto, é uma alternativa economicamente viável para viveiristas em geral, e uma necessidade nos locais onde a oferta desse tipo de material seja pequena.

http://www.youtube.com/watch?v=_J8NOQ7-ebM

Marconi Vieira 29-03-2011 Paisagismo

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.