Como cultivar urucum para produzir corantes naturais

 

Urucum vem sendo utilizado em diversos setores da indústria

Como produzir urucum para obter corantes naturais  

O urucueiro é uma planta perene originária da América Tropical. Esse fruto é utilizado para produzir corantes naturais. Trata-se de uma cultura de médio porte, capaz de produzir por mais de 20 anos. Em nosso país, ela é nativa nos estados do Amazonas, Pará, Maranhão, Ceará e Bahia, mas é cultivada também em outros estados, como Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, entre outros.

No Brasil, a utilização do urucum foi, primeiramente, feita pelos índios, com o objetivo de obter um corante que servia de pintura para seus corpos e para a proteção da pele contra picadas de insetos e dos raios solares. Atualmente, os corantes de urucum são empregados na indústria alimentícia, farmacêutica, de cosméticos e têxtil.

O principal produto extraído do urucueiro é a bixina, substância que se encontra no pericarpo, ou seja, na camada de cobertura das sementes. A partir dela é possível obter os corantes naturais, com excelentes propriedades.

A cada dia é maior o número de indústrias, principalmente as de alimentos, que vêm substituindo os corantes artificiais, utilizados na fabricação de seus produtos, pelos naturais. Essa é a principal razão que vem contribuindo com a expansão da cultura do urucueiro, tornando-a uma boa opção de renda para o produtor.

O curso “Cultivo de Urucum e Produção de Corantes Naturais”, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, apresenta métodos diversos de produção e processamento do urucum. A coordenação técnica do trabalho ficou a cargo do professor Abel Rebouças de São José, doutor em fruticultura, da UESB - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

http://www.youtube.com/watch?v=FkkUJD4fjoY

Tecnologia e Treinamento 23-03-2010

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.