Respiração adequada rende melhorias até na digestão e na circulação sanguínea

O estado emocional em que a pessoa se encontra pode ser detectado por meio de sua respiração

Curso Falando em Público - Sistema de Respiração

A respiração é realizada em duas fases: inspiração e expiração, que são separadas por um pequeno intervalo. A inspiração é chamada de fase ativa e a expiração de fase passiva. Ao respirar, causamos um efeito direto na emissão da voz. Normalmente, inspiramos apenas a metade do nosso potencial, e por isso, falamos ou continuamos a falar, quando o ar praticamente já terminou.

Ao respirar, também revelamos o estado emocional em que nos encontramos. Quando estamos agitados e excitados, respiramos rapidamente e de forma irregular; quando estamos calmos e equilibrados, nossa respiração torna-se harmônica, regular, lenta e suave.

A respiração correta para o orador, ou para qualquer pessoa, é aquela em que, ao encher o pulmão, faz-se na sua parte inferior, na região abdominal e não na região torácica. Basta olhar a estrutura do pulmão para entender. Esse órgão é maior na sua parte abdominal, onde cabe mais ar. Esse método é conhecido como respiração diafragmática.

Segundo o professor Marcos Antônio Barbosa, coordenador técnico do curso Falando em Público, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, “se você adquirir esse hábito de respirar com a parte inferior dos pulmões, notará imediatamente uma acentuada melhoria na emissão da voz, além de experimentar uma melhora em outras partes do corpo, como no sistema digestivo e na circulação sanguínea.”

http://www.youtube.com/watch?v=QkLxDdsxsRw

Marconi Vieira 06-01-2011 Treinamento

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.