Rápido tutorial para plantar e cultivar louro

O cultivo de louro deve ser realizado em regiões com altitudes entre 800 e 1.000 metros onde a temperatura é amena

Rápido tutorial para plantar e cultivar louro

Proveniente da região do mediterrâneo, o loureiro (Laurus nobilis) é uma árvore ou um arbusto, que chega a 10 metros de altura (ou mais). Utilizadas na gastronomia mundial como condimento, as folhas do louro fornecem aos pratos um sabor inconfundível. Como sua consistência é coriácea, elas não são consumidas, só servem para temperar os alimentos.

Além disso, o louro é utilizado no preparo de chás, pois também é considerado uma planta medicinal, já que apresenta ação diurética, antifúngica, antirreumática, anti-inflamatória, digestiva, estimulante, antioxidante e expectorante.

Clima e solo


O cultivo de louro deve ser realizado em regiões com altitudes entre 800 e 1.000 metros onde a temperatura é amena. Como é uma planta típica de clima temperado e subtropical, o loureiro prefere temperaturas entre 10°C e 18°C. Para plantar louro, o solo deve apresentar boa fertilidade, boa drenagem e boa carga de matéria orgânica, além de pH entre 6,6 e 7,5.

Propagação


A propagação de louro ocorre por alporquia, um dos métodos de propagação vegetativa mais antigos, próprios para espécies vegetais, como a azaleia e cipreste, que não aceitam o método de enxertia. No processo, deve-se fazer o enraizamento dos ramos aéreos com tamanho de mais de 30 centímetros de comprimento, entre 0,5 centímetro e 2 centímetros acima do anelamento. Depois, deve-se retirar a casca e proteger a área com plástico preto ou transparente.

Replante


O substrato utilizado para a alporquia é o esfagno, onde as raízes crescem três meses após a realização do método. Após o enraizamento do louro, o galho deve ser cortado com uma tesoura de poda. Em seguida, deve-se remover o plástico e fazer o replantio imediato da parte enraizada em um canteiro com solo enriquecido com adubo orgânico ou em sacos plásticos com 3 a 5 litros de substrato.

Transplante


Após o desenvolvimento das mudas de louro, deve-se fazer o seu transplante para local definitivo. Para o fácil pegamento das mudas, o procedimento deve ser realizado, na primavera, início da estação chuvosa. Além disso, deve-se fazer a capina ou o coroamento para combater as plantas daninhas prejudiciais ao crescimento vigoroso do louro.

Coveamento e espaçamento


As covas de plantio devem apresentar 40 centímetros de largura e 40 centímetros de profundidade. No processo, devem ser misturados cinco litros de adubo orgânico com o solo retirado da cova. Em áreas com declive, o espaçamento deve respeitar as distâncias de 1,2 metro por 1,2 metro entre covas.

Colheita


A colheita de louro ocorre 12 meses após o plantio, apenas uma vez por ano, na época da poda de inverno, realizada a 20 centímetros de altura da superfície do solo. Devem ser colhidos os ramos junto às folhas. Conforme a base do loureiro cresce, a produtividade da planta aumenta.

Conheça os Cursos CPT da Área Plantas Medicinais:

Cultivo e Uso de Plantas Condimentares

Produção e Processamento de Pimenta-do-Reino

Plantas Medicinais e Aromáticas - Colheita e Beneficiamento

Fontes: hortas.info
              revistagloborural.globo.com

Por Andréa Oliveira

Andréa Oliveira 20-12-2021 Plantas Medicinais

Faça já o Download Grátis

Download brinde Plantas Medicinais

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.