Criação de galinhas livres da gaiola ou cage-free

Criar galinhas no sistema cage-free é um negócio em contínuo crescimento no Brasil e no mundo

Criação de galinhas livres da gaiola ou cage-free

Com o objetivo de oferecer às aves bem-estar, avicultores em todo mundo adotam o sistema de criação de galinhas conhecido como cage-free (livres de gaiolas). Dessa forma, as galinhas podem expressar seu comportamento natural, como ciscar livremente e cuidar dos pintinhos. Entretanto, é indispensável um local coberto onde as aves possam se manter protegidas das intempéries climáticas.

Os consumidores estão mais conscientes a respeito dos bons tratos aos animais


Criar galinhas no sistema cage-free é um negócio em contínuo crescimento no Brasil e no mundo. Atualmente, os consumidores estão mais conscientes a respeito dos bons tratos aos animais e preferem produtos que sigam os preceitos da humanização animal. Inclusive, muitos restaurantes têm optado por produtos originados do manejo animal realizado com consciência e responsabilidade.

O manejo humanizado das aves garante a qualidade do produto final


Para atender a um público crescente no mercado, que busca por produtos de granjas diferenciados e com alto padrão de qualidade, empresas como McDonald’s afirmam que, em 2025, passarão a usar produtos de aviários que seguem o sistema cage-free. Entretanto, a criação de galinhas livres de gaiolas ainda está em processo inicial de adesão por parte dos avicultores brasileiros.

Empresas brasileiras anunciaram o fim do engaiolamento das aves


Na França, a partir de 2022, os granjeiros não poderão mais vender ovos produzidos por galinhas manejadas no sistema tradicional. Serão comercializados apenas ovos de galinhas criadas no sistema cage-free. Alguns supermercados franceses já comercializam produtos originados de aves livres de gaiolas. Segundo a Humane Society International, mais de 50 empresas brasileiras também anunciaram o fim do engaiolamento das aves antes ou a partir de 2025.

Na criação de galinhas convencional, uma única gaiola aloja inúmeras aves


“Na criação de galinhas convencional, uma única gaiola aloja inúmeras aves, em espaço limitado, que as impede de movimentar. Consequentemente, as galinhas se estressam, machucam umas às outras, adoecem e até mesmo morrem”, afirma Luiz Fernando Teixeira Albino, renomado profissional da área e professor do Curso CPT a Distância e Online Criação de Frango e Galinha Caipira.

Galinhas criadas livres das gaiolas expressam os seus comportamentos naturais


“As aves criadas em gaiolas não expressam o seu comportamento natural. Já aquelas criadas soltas circulam livremente, o que estimula a manifestação de comportamentos típicos. De fato, futuramente, a produção de ovos e carne de galinha virá apenas do sistema cage-free em respeito ao bem-estar animal”, completa Maria Fernanda Martin Guimarães, especialista em comportamento e bem-estar animal.

Conheça os Cursos CPT a Distância e Online da Área Avicultura.

Leia o artigo "Sistemas de criação de galinhas poedeiras".

Fonte: certifiedhumanebrasil.org

Andréa Oliveira 14-02-2019 Avicultura

Faça já o Download Grátis

Download brinde Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.