Técnicas de irrigação de pastagens

Como irrigar pastagens

Os produtores de leite e carne estão obtendo altas produtividades por área e por animal em pastagens irrigadas. Alternativas de sistemas de irrigação têm sido desenvolvidas e a procura por informações sobre a resposta da pastagem e dos animais a essa tecnologia tem sido constante. Revistas especializadas têm trazido matérias de capa sobre o assunto, com grande frequência.

Todo esse quadro está fazendo com que instituições de ensino e pesquisa de renome desenvolvam trabalhos de pesquisa sobre o uso da tecnologia, apesar de no passado já ter sido concluído que era inviável irrigar as pastagens no outono-inverno, pois não se conseguiria corrigir o

problema da estacionalidade de produção. Entretanto, na atualidade, os produtores não estão mais só preocupados em resolver esse problema, mas também o de que a irrigação da pastagem pode ser uma alternativa para a produção intensiva de carne e leite, em pequenas áreas; em regiões semi-áridas e agrestes; para reduzir custos de produção e reduzir a mão de obra.

Pelo lado da pesquisa, também, têm aparecido resultados animadores, com os pesquisadores demonstrando maior preocupação com o uso da irrigação como um componente dos sistemas intensivos de produção e o seu impacto, não só na produção de inverno, mas também na produção anual total, na redução de custos, e em comparação com outros sistemas de produção.

O curso “Irrigação de Pastagens”, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, tem como objetivo fazer uma análise de toda a situação atual do conhecimento do assunto, sua potencialidade e seus principais problemas. A coordenação técnica e científica do curso ficou a cargo de dois experientes especialistas, reconhecidos em todo o país, professor Adilson de Paula Almeida Aguiar, do Departamento de Zootecnia da Faculdade de Zootecnia de Uberaba - FAZU-MG, e a zootecnista Bianca Helena P. J. F. Almeida, especialista em Administração Rural.

http://www.youtube.com/watch?v=0_CWhSLVOJQ

Marconi Vieira 19-04-2010 Alimentação Animal

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.