5 ingredientes principais da cerveja artesanal

5 ingredientes principais da cerveja artesanal: água, malte, cevada, lúpulo e levedura. Além desses ingredientes, outros podem compor a cerveja para agregar à bebida sabores bem peculiares, como pimenta, café, chocolate, laranja, limão.

Existem vários tipos de leveduras, lúpulos e maltes para produzir cerveja artesanal de qualidade

5 ingredientes principais da cerveja artesanal

No processo de fabricação da cerveja artesanal, existem 5 ingredientes principais, que tornam a bebida como a conhecemos: água, malte, cevada, lúpulo e levedura. Há vários tipos de leveduras, lúpulos e maltes, para produzir a cerveja ideal - de acordo com o pretendido pelo mestre cervejeiro. Além desses ingredientes, outros podem compor a cerveja para agregar à bebida sabores bem peculiares, como pimenta, café, chocolate, laranja, limão. Até mesmo o aroma pode ser alterado: cítrico ou defumado.

Segundo Adonay Anthony Evans, consultor na área de cerveja há mais de 20 anos e professor do Curso a Distância CPT Como Montar Uma Microcervejaria e Produzir Cerveja Artesanal, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online, além da tradicional Pilsen, temos a cerveja de trigo, a puro malte, a Lager, a Ale, a Stout, a Porter.

Da mesma forma, podemos encontrar cerveja sem glúten e até mesmo cerveja para pets. Enfim, são inúmeras as possibilidades de produção para os mais diversos gostos e paladares. Entretanto, independentemente do tipo e do estilo de cerveja artesanal, cada etapa do processo de produção da bebida deve ser seguida criteriosamente para que surja um produto com alto padrão de qualidade - com aroma e sabor específicos.

Conheça os 5 principais ingredientes para produção de cerveja artesanal:

1.Água

Principal ingrediente, a água deve ser de qualidade - não é necessário que ela venha de nascentes. No caso da água mole (com o mínimo de sais minerais), a cerveja ideal para fabricação é a tipo Pilsen. Já para produção de cervejas mais refinadas, a água dura (com mais sais minerais) é perfeita. Graças à tecnologia (filtragem), hoje o mestre cervejeiro pode ajustar a água conforme as suas necessidades.

2.Levedura

Assim como a água e o malte, as leveduras conferem aroma e sabor à cerveja. As que são utilizadas na fabricação de cerveja são a tipo Lager (Saccharomyces uvarum) e a tipo Ale (Saccharomyces cerevisae). Esta última requer temperaturas mais baixas (de 7 a 13°C) e mais dias fermentação. Já a tipo Ale precisa de temperaturas mais altas (de 17 a 24°C) e poucos dias de fermentação.

3.Malte

Quando deixamos as sementes de cevada submersas na água para germinação - e posterior secagem, produzimos o malte.  Com a maltagem, o amido presente nas sementes torna-se macio - pronto para a fermentação. Nesse processo, diversos tipos de maltes são produzidos - com sabor, cor e aroma característicos. Os maltes com secagem em baixa temperatura dão à cerveja cor dourada e sabor de pão. Já os maltes com secagem em alta temperatura dão à bebida cor escura e sabor tostado.

4.Cevada

Tão importante quanto a água, a cevada é outro ingrediente essencial à cerveja de boa qualidade. Ela apresenta baixo teor de proteínas e alto teor de amido, o que auxilia na fabricação da bebida. Alguns mestres cervejeiros usam na fabricação cevadas cultivadas próximas ao mar na Alemanha - outros usam cevadas das planícies americanas.

5.Lúpulo

Além de possuir características conservantes, o lúpulo dá à cerveja um leve amargor para equilibrar a doçura natural do malte. Além disso, ele apresenta tanino - que auxilia na sedimentação de proteínas para clarear a cerveja. Do mesmo modo que o malte, há inúmeras variedades de lúpulo - desde os mais amargos até os mais florais.

Fontes: Último Gole e Cursos CPT.

Andréa Oliveira 27-08-2016 Como Montar

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.