Dicas para reduzir as taxas de condomínio

Dicas para reduzir as taxas de condomínio. Muitas vezes, as taxas de condomínio se tornam exorbitantes e incompatíveis com o que os condôminos podem, de fato, pagar.

Muitas vezes, as taxas de condomínio se tornam exorbitantes e incompatíveis com o que os condôminos podem, de fato, pagar

Dicas para reduzir as taxas de condomínio

A crise econômica assola o país, o que aumenta o custo de vida do brasileiro, que paga impostos cada vez mais altos. Com isso, as pessoas têm economizado em vários aspectos - principalmente no lazer e na moradia. Afinal, a moeda nacional está valendo pouco e não consegue bancar as necessidades básicas dos cidadãos. Por isso, a ordem do momento é economizar! Isso vale para as altas taxas pagas pelos condôminos. Mas como reduzir as taxas de condomínio?

Bem diferente do que muitos imaginam, administrar um condomínio não é nada fácil. Requer conhecimentos em finanças e gestão de pessoas. São gastos e mais gastos todos os meses - com obras e encargos trabalhistas. Isso faz com que as taxas de condomínio se tornem exorbitantes e incompatíveis com o que os condôminos podem, de fato, pagar. Como resultado, aumentam as inadimplências e as ações judiciais.

Não podemos nos esquecer das inúmeras dores de cabeça do síndico, que a todo custo tenta negociar com os não pagantes. Como não consegue receber, o condomínio fecha as contas no vermelho. E assim permanece em um ciclo interminável de dívidas e mais dívidas.

Segundo Rômulo Gouvêa, professor do Curso a Distância CPT Treinamento de Síndico - Administração de Condomínios, disponível nos formatos em Livro+DVD e Online, o síndico tem a responsabilidade de adotar e implementar medidas - sempre que necessário, com respeito às leis, regras e normas. Por isso, precisa estar capacitado para administrar o condomínio, além de representar e defender seus interesses - seja em juízo ou não.

Por tais motivos, quando as taxas não representam a realidade do condomínio, o síndico deve tomar medidas, muitas vezes, drásticas. Uma delas é economizar na folha de pagamento. Principalmente pela alta rotatividade de funcionários, que torna as contas ainda mais descomunais - com encargos, indenizações e multas. Sendo assim, a terceirização de serviços é a melhor solução a ser adotada.

Além de mais viável economicamente, terceirizar serviços é um meio tranquilo e eficaz de gerir o condomínio. Afinal, as empresas terceirizadas tornam-se responsáveis pela limpeza, portaria e zeladoria. Dessa forma, o síndico ganha mais tempo para administrar o condomínio - em especial as finanças. Isso possibilita maior e melhor controle de gastos, assim como cálculos mais precisos das contas no fim do mês.

Conheça outras vantagens da terceirização de serviços de condomínios:

->Os funcionários terceirizados estão devidamente capacitados para trabalhar com segurança e responsabilidade;

->A equipe de empresas terceirizadas sabe detectar problemas e tomar decisões imediatas para resolvê-los da melhor forma;

->Os serviços prestados apresentam alto padrão de qualidade e excelência - com custos menores, maior praticidade e comodidade.

Mas é preciso cautela antes de contratar empresas terceirizadas. É fundamental que elas tenham experiência de mercado, sejam regulamentadas e comprovem o recolhimento dos direitos trabalhistas de sua equipe.

Fonte: Administradores.

Andréa Oliveira 04-11-2016 Casa Prática

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.