Descubra os benefícios do jardim vertical

O jardim vertical é o resultado de uma técnica moderna de paisagismo, cada vez mais difundida no Brasil e no mundo. Forte tendência na construção civil e no design de interiores, a parede verde, como também é chamado, tem invadido as residências brasileiras e o comércio

O jardim vertical é uma forma de trazer a natureza mais perto das pessoas e tornar o ambiente aprazível e agradável

 Descubra os benefícios do jardim vertical

"O jardim vertical é resultado de uma técnica moderna de paisagismo, cada vez mais difundida no Brasil e no mundo. Forte tendência na construção civil e no design de interiores, a parede verde, como também é chamado, tem invadido as residências brasileiras e o comércio - tanto na área externa quanto em ambientes internos", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Jardins Verticais - Implantação e Manutenção em Livro+DVD e Online.

Principalmente nos grandes centros urbanos, onde o concreto domina a paisagem, o jardim vertical é uma forma de trazer a natureza mais perto das pessoas e tornar o ambiente aprazível e agradável. A grande vantagem de se implantar essa modalidade de jardim em um local é o aproveitamento do espaço. Até mesmo uma pequena varanda pode ganhar vida com belas plantas ornamentais suspensas na parede.

Basta que o paisagista desenvolva um bom projeto, com pleno conhecimento técnico, bom gosto e criatividade. Além de cobrir as paredes externas e internas com rica vegetação, são utilizados blocos de cerâmica próprios para acomodar as plantas. Vasos e cachepós suspensos, ou vasos meia-lua presos a telas metálicas se unem para compor o jardim vertical. O objetivo não é apenas embelezar o local, como também melhorar a qualidade do ambiente.

Inúmeros são os benefícios do jardim vertical, como:

->Aumenta a umidade do ar;
->Reduz a poluição sonora;
->Diminui a temperatura do ambiente;
->Recicla os gases tóxicos;
->Cria um nicho ecológico para os pássaros.

Para jardins verticais em áreas externas, podem ser utilizadas tanto plantas ornamentais (hera-inglesa, colar-de-pérolas, véu-de-noiva, jiboia, babosa-de-pau, falenópsis, liríope, russélia e trapoeraba-roxa) como espécies vegetais nativas (guaimbê, peperômia, columeia, lantana e azulzinha). Já em ambientes internos, podem ser utilizadas plantas, como barba-de-serpente, flor-batom, rabo-de-gato, antúrio, columeia e singônio. A dimensão das paredes pode variar, mas as maiores trazem mais benefícios para o ambiente.

Fonte: Revista Casa & Jardim.

Confira o artigo "Aprenda a cuidar do jardim no inverno" e aprimore ainda mais o seu conhecimento.

Andréa Oliveira 23-08-2017 Paisagismo

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.